Caparica Surf Fest 2017: Os melhores bodyboarders portugueses dão à Costa

Noticias

Caparica Surf Fest 2017: Os melhores bodyboarders portugueses dão…

O Caparica Primavera Surf Fest marca o arranque do Campeonato Nacional de Bodyboard, com a etapa inaugural (dias 8 e 9 de Abril) a trazer à Costa da Caparica os melhores bodyboarders portugueses.

Hugo Pinheiro, local da Costa da Caparica e actual vice-campeão nacional, tem todas as razões para tentar arrancar uma vitória em casa. Razões competitivas e razões afectivas, ou seja, reconquistar o título nacional das mãos de Manuel Centeno.

“É uma etapa especial para mim. É disputada nas praias onde aprendi a surfar, frente aos meus amigos e família, por isso ainda é mais importante para mim ganhar aqui”, assume.

O grande ‘obstáculo’ às pretensões de Hugo Pinheiro é o campeão em título Manuel Centeno. E este tem um plano bem delineado para 2017.

“Queria conseguir fazer algo que quase consegui o ano passado: fazer todas as finais. Em 2016, falhei a última porque me sagrei campeão na meia-final quando o Hugo Pinheiro foi eliminado e fui traído pela descompressão desse momento. Este ano, para a Costa da Caparica e para todos os outros eventos, quero a final. Pois é com vitórias mas também com segundos lugares que se constroem os títulos…”

Está bem viva esta rivalidade entre Hugo Pinheiro e Manuel Centeno, 10 vezes campeão Nacional.

Quem também tem créditos a defender na Costa da Caparica é a tricampeã nacional Joana Schenker.

“Tenho excelentes recordações da Caparica”, começa por dizer Joana Schenker, ostentando o sorriso que é uma das suas marcas registadas.

“A verdade é que venci as duas edições do Nacional no Caparica Primavera Surf Fest e sempre com boas ondas, por isso, o que mais podia pedir? Só o título nacional, que é um dos meus objectivos obrigatórios deste ano”.

Quanto ao evento propriamente dito, Joana só tem elogios.

“É uma organização excelente e que se distingue como a única do calendário nacional com ‘prize money’ igual para homens e mulheres. Também por isso estão de parabéns”.

Rodrigo Carrajola e Paulo Alexandre são os dois wildcards seleccionados este ano por Miguel Gomes, responsável da ASCC a convite da organização do Festival, para o Circuito Nacional de Bodyboard Open Masculino nos dias 8 e 9 de Abril.

Estes dois caparicanos estarão dentro de água e tornarão a sua rivalidade desportiva numa aguerrida e excitante competição de bodyboard. Uma batalha de proporções épicas.

Demonstração de Tow Out Leva Bodyboard às Alturas

Rebocar bodyboarders ou surfistas com uma mota de água, a grande velocidade contra uma onda, de modo a que esta sirva de rampa para uma manobra aérea.

“É fundamental que o piloto e o bodyboarder que estão a fazer ‘tow out’ se conheçam muito bem. Assim como é importante que o piloto seja, ele próprio, bodyboarder. Pois só com estas duas condições é possível ler a onda e colocar o atleta no sítio certo”, explica Edmundo Veiga.

Convidado a definir o ‘tow out’, Veiga é sucinto.

“É o bodyboard levado às alturas, literalmente. A velocidade que é possível imprimir com a mota de água traduz-se numa altura muito maior das manobras, permitindo fazer coisas que no bodyboard tradicional são muito mais difíceis. E no Caparica Primavera Surf Fest, com as condições adequadas, vamos dar espectáculo”.

http://www.multidesportos.pt/os-melhores-bodyboarders-portugueses-dao-a-costa/

admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Costa De Caparica

Ajude-nos a divulgar a Costa de Caparica