Revoltado com programa, dono do Carolina do Aires acusa: “Boicotaram o meu restaurante”

Noticias

Revoltado com programa, dono do Carolina do Aires acusa:…

Há quase três meses que o chef Ljubomir Stanisic – e o seu mediático programa ‘Pesadelo na Cozinha’ – andam a espalhar o pânico
entre os restaurantes portugueses e a abrir os olhos aos consumidores nacionais.

Neste domingo, dia 4, a história repete-se. A”vítima” é o restaurante Carolina do Aires, na Costa de Caparica, e bastou a estação de Queluz de Baixo revelar o vídeo para deixar o dono, Agostinho Cunha, em brasa e a disparar labaredas.

Em declarações exclusivas à TV Guia, o empresário de 51 anos de idade, que há 5 tomou as rédeas do histórico e sexagenário restaurante de praia na Costa de Caparica, em Almada, garante não ter sido “para isto” que concorreu ao programa mais visto, semana após semana, na televisão portuguesa.

Ljubomir Stanisic imparável

“Claro que me assustei quando vi o vídeo. E se ainda tinha dúvidas sobre o que aí vinha, agora é que as esclareci: isto é uma fantochada”, dispara, confessando acreditar que nada de bom lhe trará a exposição mediática de ‘Pesadelo na Cozinha’: “A nossa
imagem vai ser muito denegrida. Prevejo que vamos sofrer danos muito graves e acredito que boicotaram o meu restaurante.”

Agostinho Cunha revela também à TV Guia que decidiu falar agora da sua revolta, em especial depois de ver as imagens da sua casa na televisão…. E tudo porque não gostou nada do que viu: “Falo agora porque quero defender a honra e a imagem do meu estabelecimento. Preocupa-me que estejam a mostrar, a milhões de pessoas, imagens que não correspondem à verdade. Na minha casa não se servem caldeiradas como aquelas que eles filmaram. Aquilo era o almoço do pessoal. É por isso que os tachos estão
‘babados’. Na nossa casa, não é assim que os tachos são servidos nas mesas aos clientes.”

O dono do Carolina do Aires assume-se revoltado com a produção do programa, e com a TVI, e refere terem sido mais os prejuízos pela participação no formato televisivo do que os ganhos para o negócio. E explica as razões da sua raiva. “Eu não concorri a isto. Fizeram-me uma proposta e não foi nada disto que me prometeram”, avança, explicando como tudo terá começado: “Um dia, apareceu-me uma menina a sondar outro restaurante que temos, que é o Põe-te Fino [petisqueira com vários espaços, inclusive na Charneca da Caparica, também em Almada], descreveu-me o tipo de programa que queriam fazer e foi mediante isso que contrapropus uma intervenção no Carolina do Aires, o nosso restaurante que precisava de uma intervenção efectiva na cozinha.”

Agostinho Cunha confessa ter pensado que esta oportunidade seria “ouro sobre azul”, mas agora sente-se chamuscado com a experiência, e ainda nem sequer o episódio [que será o último da primeira série] foi emitido.

“Nunca pensei que me iam deitar abaixo o restaurante e fazer de novo, mas convenci-me que iam envernizar o chão e reparar alguns equipamentos que estavam avariados. Nada disso: tiraram-me as toalhas das mesas, meteram uns vinis na cozinha, pintaram a fachada mal e porcamente e meteram-me cá fora um vinil de que fraca qualidade, que parecia papel, que se rasgou todo com o inverno. Como se isto não bastasse, meteram durante as filmagens umas capas por cima das lâmpadas fluorescentes e, com o calor, partiram-me os plásticos dos candeeiros e fundiram-me lâmpadas”, descreve o patrão, revoltado.

http://www.flash.pt/atualidade/nacional/detalhe/revoltado-programa-dono-do-carolina-do-aires-acusa-boicotaram-o-meu-restaurante

admin
1 COMMENT
  • Francisco Santana
    Responder

    O chef Ljubomir Stanisictem toda a razao de fazer que os empregados tomem consciencia que a restauraçao e um trabalho que pede muita exigencia e higiene …a reportagem o descreveu muito bem , mas so para meter as coisas no lugar os funcionarios teem que estar cada um do seu ramo a limpeza e hegiene deve ser assumida por uma equipa a parte que trabalhe durante as horas de repouso du restaurante , de autra parte , os foncionnarios devem ter referencias profissionais o escolares antes de entegrar a equipa … mas isto tambem vale para o patrao e o gerente …e ja agora a parte da reportagem aonde o empregado de mesa chegou tarde e foi despedido …nao sei qual era a ideia du chefe Ljubomir Stanisic de ter uma faca escondida por tras das calcas !!! francamente estamos mais non cennàario de Hitchcook

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Costa De Caparica

Ajude-nos a divulgar a Costa de Caparica