Caparica: Tripulantes da aeronave tiveram 90 segundos para tomar uma decisão

Noticias

Caparica: Tripulantes da aeronave tiveram 90 segundos para tomar…

O piloto da aeronave que aterrou de emergência, na passada quarta-feira, na praia de São João da Caparica, teve apenas um minuto e meio para tomar a decisão depois de um dos motores do veículo ter avariado, avança o ‘Jornal de Notícias’. Foram 90 segundos para decidir se faziam uma amaragem (com poucas probabilidades de sucesso) ou aterravam no areal, o que acabou por vir a acontecer, causando a morte a duas pessoas.

Os dois tripulantes da aeronave, instrutor e aluno, foram ouvidos esta quinta-feira no Palácio da Justiça de Almada, indiciados pelo crime de homicídio por negligência. As investigações ao caso estão ainda a decorrer e o caso encontra-se em segredo de justiça. Entretanto, os arguidos ficaram sujeitos ao termo de identidade e residência.

A aeronave, modelo Cessna 152, tinha partido de Cascais em voo de treino com destino a Évora. Momentos antes do acidente, o piloto terá entrado em contacto com a torre de controlo do Aeródromo de Cascais, alertando para uma falha no motor que obrigava à aterragem na praia. A torre de controlo questionou em que praia é que o piloto ia aterrar, tendo este respondido que o ia fazer “na Cova do Vapor”. Tal acabou por não acontecer e uma criança de oito anos e um homem de 56 anos, sem ligação familiar, foram atingidos mortalmente pelo aparelho.

http://www.jornaleconomico.sapo.pt/noticias/caparica-tripulantes-da-aeronave-tiveram-90-segundos-para-tomar-uma-decisao-194855

admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Costa De Caparica

Ajude-nos a divulgar a Costa de Caparica