“Nas novas ruas da Caparica, aventurei-me de cadeira de rodas: fui ao supermercado, comi um gelado e vi o pôr do sol”

Noticias

“Nas novas ruas da Caparica, aventurei-me de cadeira de…

Passei grande parte da minha infância e adolescência na margem sul do rio que brinda Lisboa. A Charneca de Caparica foi, por muitos anos, o escape da nossa família à confusão da cidade.

A casa era alugada ao ano e era para lá que íamos todos os fins de semana. Para um T1 onde tão bem cabia uma família de 4 + 1 cão, até porque se passava mais tempo fora de casa do que dentro dela.

Naquelas ruas feitas de terra batida, aprendi a andar (e a cair) de bicicleta. Saltei os muros dos vizinhos para lhes roubar fruta, subi às árvores, tantas vezes sem saber como descer. Esperei pela meia noite para ir ao pão, à pendura numa Famel.

Foi ali que me diverti. Que cresci.

Ler Mais: https://amensagem.pt/2022/10/20/marta-canario-cadeira-de-rodas-caparica/

admin

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Costa De Caparica

Ajude-nos a divulgar a Costa de Caparica