Noticias

Noticias

RESTAURANTES DA COSTA CONQUISTAM QUATRO PRÉMIOS EM CONCURSO GASTRONÓMICO

13686608_1735701273356076_4797588751585484744_n

Os restaurantes Sentido do Mar e Horizonte arrebataram dois prémios cada um no concurso gastronómico do concelho (Outros Sabores.)

O primeiro ( Sentido do mar) conquistou os prémios “Melhores práticas de apoio ao turismo” e “Cozinha de autor” (2º classificado). O segundo, (Horizonte) por sua vez, trouxe para a Costa os prémios “Cozinha de autor” (1º classificado) e “Melhor sobremesa”.

Este ano participaram no concurso “Outros Sabores” 39 restaurantes do concelho.

Noticias

António Zambujo junta-se a Os Azeitonas no Sol da…

ng7299395

O festival oferece aos músicos portugueses uma oportunidade para os celebrar a si mesmos.

Pedro Tatanka dos The Black Mamba, Presto dos Mind da Gap e António Zambujo juntam-se em palco com Os Azeitonas.

Os encontros entre artistas acontecem, porque estes sentem que um cartaz especial merece igualmente concertos especiais, explica a organização.

Neste festival Os Azeitonas vão celebrar a língua portuguesa, e sobem ao palco no dia 13 de agosto.

A 11 de agosto, Aline Frazão, artista angolana que vive em Lisboa, apresenta o seu álbum editado no ano passado, intituladoInsular.

Emicida, que lançou o álbum Sobre Crianças, Quadris, pesadelos e Lições de casa, é um dos interlocutores de Rui Miguel Abreu para o projeto Debaixo da Língua.

O dia 14 de agosto é o dia das crianças n’O Sol da Caparica. Alguns dos pontos de interesse dedicados aos mais novos é o Aquário Virtual e Ateliê, aeroporto verde por um planeta mais sustentável onde as crianças e os adultos podem aprender a tomar conta do planeta, Pinta a tua cara com a Treebo, onde transformam qualquer rosto com pinturas fantasiosas. Nesse dia também encontramos um aeroporto para aprender com os Guardiões de Almada, chamado de Educação com os Guardiões de Almada.

http://www.dn.pt/artes/interior/antonio-zambujo-junta-se-a-os-azeitonas-no-sol-da-caparica-5282492.html

Noticias

Hotel Costa da Caparica cria novo espaço de lazer

hotelevercaparica29

O Hotel Costa da Caparica estendeu os seus serviços até ao areal, criando um espaço de refeições e lazer – Red Dragon Beach Club – que promete animar os dias na Praia do Dragão Vermelho. 

O Red Dragon Beach Club é um espaço de restauração com ambiente descontraído e a escassos metros do extenso areal da praia. Com 150 m2 (divididos em 2 espaços: exterior 85m2 e interior 65m2), tem capacidade para 60 lugares sentados e reúne as condições ideais para a realização de eventos.

O Red Dragon Beach Club dispõe de uma área concessionada na praia com bandeira azul do Dragão Vermelho, vigiada, com toldos e chapéus com condições preferenciais para hóspedes alojados no hotel.

Noticias

Radares móveis instalados na IC20

ng7251922


Autoestradas que ligam Lisboa ao Porto e Lisboa a Cascais serão as mais reforçadas. Saiba onde

As 50 cabinas, que irão receber os 30 radares móveis do Sistema Nacional de Controlo de Velocidade (SINCRO), até janeiro próximo, vão ser instaladas em 26 vias, anunciou hoje a Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR).

Segundo a informação divulgada hoje, o maior número de cabinas – quatro – será colocado nas autoestradas A1 e A5 que ligam, respetivamente, Lisboa ao Porto, e Lisboa a Cascais, e o menor número – apenas uma – na A8, a autoestrada Lisboa/Leiria, via Caldas da Rainha.

A lista inclui 14 autoestradas, os Itinerários Principais IP 3 (Vila Verde da Raia/Figueira da Foz) e IP7 (Lisboa/Caia), três itinerários complementares, o IC 17 (Algés/Sacavém), o IC 19 (Lisboa/Sintra) e o IC 20 (Almada/Costa de Caparica), e ainda seis estradas nacionais e uma regional, a 125, que se localiza no Algarve.

As cabinas onde serão colocados os radares estão localizadas nos dois sentidos das vias rodoviárias.

Além da A1, da A5 e da A8, serão também colocadas duas cabinas na A2, que liga Lisboa a Albufeira, duas na A3 – Porto/Valença, via Braga -, uma na A4 – Porto/Quintanilha -, outra na A4-1 – Porto/Matosinhos -, uma na A7 – Póvoa de Varzim/Vila Pouca de Aguiar -, e duas na A24 – Coimbra/Vila Verde da Raia.

Serão instaladas também três cabinas na A25 — Aveiro/Vilar Formoso -, duas na A28 — Porto/Valença, via Viana do Castelo -, e três na A29 – Angeja, no concelho de Albergaria-a-Velha/Vila Nova de Gaia.

Quanto a Estradas Nacionais (EN), serão colocadas duas cabinas na n.º 1, que liga Lisboa ao Porto, e outra em cada uma das estradas nacionais 04, 06, 10 e 223, além de duas cabinas na EN 06-3.

A única estrada regional onde serão colocadas cabinas – três – é a 125.

O SINCRO é um sistema para deteção automática da infração de excesso de velocidade, sendo composto por uma rede de locais de controlo de velocidade criteriosamente selecionados, segundo o Ministério da Administração Interna (MAI).

Este sistema, que estará a funcionar em pleno em janeiro de 2017, vai contar com 30 radares móveis, instalados em 50 locais considerados “extremamente críticos”.

Numa entrevista recente à agência Lusa, o secretário de Estado da Administração Interna, Jorge Gomes, disse que os 30 radares de controlo de velocidade não vão ser fixos, rodando, num sistema rotativo, pelas 50 cabines, sendo a sua instalação aleatória.

De acordo com o MAI, a comunicação da informação dos radares é efetuada através da aplicação Sistema de Gestão de Eventos de Trânsito (SIGET), que fará o interface com o Sistema de Contraordenações de Trânsito (SCoT), para a emissão das notificações aos condutores.

A instalação da rede nacional de radares tem um custo de 3,19 milhões de euros, segundo a verba aprovada em fevereiro, em Conselho de Ministros.

O primeiro dos 30 radares do SINCRO entrou em funcionamento na quarta-feira, e está instalado na A5.

http://www.dn.pt/sociedade/interior/radares-moveis-instalados-em-26-vias-5272116.html
Noticias

O SOL DA CAPARICA ESTÁ DE REGRESSO EM AGOSTO

ng6486092

Serão quatro dias de celebração de sol, praia, surf e música, com um cartaz diversificado que continua a erguer a bandeira da lusofonia. A próxima aventura Sol da Caparica com as propostas e criações de artistas nacionais que levaram mais de 70 mil pessoas ao festival quer continuar a marcar o panorama dos festivas musicais portugueses.

A música dá à costa no segundo fim-de-semana de Agosto, época propícia aos convívios de família, quando o calor mais se faz sentir e a praia puxa mais, quando as férias escolares vão bem lançadas e a música apela aos mais intensos momentos de celebração. O Sol da Caparica é um festival plural, diverso, múltiplo e inclusivo com um grande cartaz com espaço para todos os sons, todos os ritmos, todos os sotaques e todos os balanços produzidos em língua portuguesa, nos PALOP e Brasil! E, claro, públicos de todas as idades. Para que a festa seja fantástica, além de música, haverá sol e surf, animação especial para crianças com um dia próprio, Cultura Urbana e muito mais.

Pelos espectáculos passarão hinos intemporais do rock português, fado, funk, Hip Hop e os novos ritmos da kizomba. Estes nomes representam também diferentes gerações dos últimos 35 anos da música portuguesa; e há por aqui Portugal e Brasil, África e tanto mais.

11 de Agosto
DJ Rich & Mendes (RFM)
C4 Pedro
Orelha Negra
O Rappa!
David Fonseca
Deolinda
Mão Morta
Valete
Marta Ren
Aline Frazão
Danças Ocultas & Orquestra Filarmonia das Beiras
 
12 de Agosto
Djeff Afrozila
The Gift
Aurea
Jorge Palma & Sérgio Godinho – “Juntos”
Diogo Piçarra
Cristina Branco & Mário Laginha Trio
Jimmy P
Mundo Segundo & Sam the Kid
Melech Mechaya
Elida Almeida
Roda de Choro de Lisboa
13 de Agosto
Dj Zé Pedro
Rui Veloso
Os Azeitonas
Nelson Freitas
Ana Moura
Ala Namorados
X-Wife
Keep Razors Sharp
Capitão Fausto
We Trust
The Black Mamba
http://www.maxima.pt/lifestyle/novidades/detalhe/o_sol_da_caparica_esta_de_regresso_em_agosto.html
Noticias

MILITAR DA GNR, AGREDIDA HÁ MESES, SUICIDA-SE NA COSTA…

img_905x603$2016_05_23_11_25_29_538184

Stress pós-traumático é um factor de risco a ter em conta sempre, poi,s como se confirmou mais uma vez, leva mesmo ao suicídio. A arma que deveria proteger acaba por matar
Infelizmente a vaga de suicídios nas Forças de Segurança continua, e sem fim á vista. Uma militar da GNR que, há uns meses, foi barbaramente agredida por 3 homens, quando regressava sozinha a casa depois de mais um turno de serviço, cometeu suicídio esta segunda-feira (dia 4) na Costa da Caparica com um tiro na cabeça.

Após esse mesmo disparo, foi imediatamente assistida e hospitalizada em estado considerado muito grave, tendo permanecido em coma induzido. Contudo, apesar de todos os esforços da equipa médica não foi possível a militar sobreviver.

A militar encontrava-se em casa com baixa médica após ter sido agredida. E percebe-se muito bem a razão, pois depois do que ela passou era natural que não tivesse condições de trabalhar.

Obviamente que depois do momento dramático a que a submeteram, iria ficar com marcas (qualquer pessoa ficaria), sofreria de stress pós-traumático, e sem o acompanhamento devido poderia facilmente agravar um estado depressivo e levar mesmo ao suicídio, tal como acabou por acontecer. Aparentemente, serão precisas mais fatalidades para que as investigações jornalísticas que já apontaram a insuficiência do acompanhamento, e a displicência com que o assunto é encarado, sejam levadas a sério
Stress pós-traumático é um factor de risco a ter em conta sempre, pois, como se confirmou mais uma vez, leva mesmo ao suicídio. Ela perdeu a vida; e os agressores que, de certo modo, são os responsáveis por este acto que ela cometeu, já foram condenados? Ou andam nas ruas livres para repetirem novamente a proeza? Mas se há meses ela não tivesse passado por um episódio tão traumatizante e agressivo, talvez ainda estivesse entre nós neste momento.

Enquanto os agressores das Forças de Segurança não começarem a serem devidamente punidos, as agressões irão continuar. Quem vive para nos defender, certamente merece todo o respeito também para viver .

Se nem as Forças de Segurança estão livres de serem agredidas, como poderão elas próprias se sentirem seguras para nos dar segurança?

Os polícias protegem os cidadãos, mas quem os protege a eles (polícias)? Uma pergunta que as altas patentes da GNR deveriam saber responder, não acham?

http://pt.blastingnews.com/opiniao/2016/07/militar-da-gnr-agredida-ha-meses-suicida-se-na-costa-da-caparica-00999565.html

Noticias

Costa de Caparica vence Marchas Populares de Almada 2016

Costa da Caparica vence Marchas Populares de Almada 2016
A concurso estiveram dez marchas

Costa da Caparica vence Marchas Populares de Almada 2016<br />
A concurso estiveram dez marchas A concurso estiveram dez marchas que desfilaram na noite de 23 de junho, véspera de S. João, na Avenida Aliança Povo MFA, em Cacilhas, e na noite de 2 de julho, no Complexo Municipal dos «Desportos de Almada», no Feijó.

A Marcha Popular da Costa da Caparica foi a vencedora da edição de 2016 das Marchas Populares de Almada.

A concurso estiveram dez marchas que desfilaram na noite de 23 de junho, véspera de S. João, na Avenida Aliança Povo MFA, em Cacilhas, e na noite de 2 de julho, no Complexo Municipal dos «Desportos de Almada», no Feijó.

Classificação geral

1.º Lugar
Marcha Popular da Costa da Caparica

2.º Lugar
Marcha do Centro Comunitário do PIA II

3.º Lugar
Marcha do Pragal

4.º Lugar
Marcha Lifeshaker

5.º Lugar
Marcha da Rua 15

6.º Lugar
Marcha da Capa Rica

7.º Lugar
Marcha do Beira Mar de Almada

8.º Lugar
Marcha Al-Madan

9.º Lugar
Marcha da Charneca de Caparica

10.º Lugar
Marcha do Figueirinhas

Prémios específicos

Prémio Avenida
Marcha do Centro Comunitário do PIA II

Prémio Coreografia
Marcha do Centro Comunitário do PIA II

Prémio Arcos
Marcha do Pragal

Prémio Trajes
Marcha do Pragal

Prémio Letra
Marcha Popular da Costa da Caparica
Centro Comunitário do PIA II

Prémio Música
Marcha Popular da Costa da Caparica

http://www.rostos.pt/inicio2.asp?cronica=9003734&mostra=2

Noticias

Queremos que a TST – Transportes Sul do Tejo…

Assine ja esta petição!!!

naom_566f4a51562f5
Os utentes dos TST – Transportes Sul do Tejo, SA, indignados e insatisfeitos com a péssima prestação de serviço público de transporte rodoviário por parte desta operadora, em consequência:

1. Do incumprimento de horários e atrasos no serviço prestado;
2. Da diminuição de carreiras para e da Costa da Caparica para as diversas localidades dos concelhos de Lisboa, Almada e Seixal, que dificultam o direito à mobilidade das populações,
3. Da péssima qualidade de autocarros que circulam sem condições de conforto mínimo.

Constatam que está a ser violado o seu direito como consumidores a serviços de qualidade, pelo que, os cidadãos abaixo-assinado,

Pretendem que sejam propostas medidas/ ou que seja recomendado ao Governo que adopte medidas com a finalidade de obrigação da TST cumprir com as suas responsabilidades de um verdadeiro prestador de serviço público de transportes, concretamente a reposição de carreiras e horários nas localidades referidas e que não ponham em causa o direito das populações a transportes públicos com qualidade, regularidade e segurança, sendo que para isso recebe indemnizações compensatórias do Estado. E esperançosos que tal reposição venha igualmente a contribuir para diminuir o trânsito automóvel (e consequente poluição).

http://peticaopublica.com/pview.aspx?pi=PT81599

Costa De Caparica

Ajude-nos a divulgar a Costa de Caparica