Noticias

Noticias

Hoti Hotéis gere Ever Caparica desde o Primavera Surf…

hotelevercaparica29

O grupo Hoti Hotéis assumiu a gestão do hotel Ever Caparica – Beach & Conference na semana em que se efectuou o Caparica Primavera Surf Fest que decorreu entre 16 e 26 de Março de 2016. Esta unidade hoteleira na primeira linha da praia da Caparica tem 352 quartos distribuídos por 7 pisos, equipados com ar condicionado e TV via Satélite.

Miguel Proença, administrador do Grupo hoteleiro, afirmou: “A Hoti Hotéis está empenhada em potenciar o desenvolvimento do segmento dos hotéis de praia e vocacionados para a prática dos desportos náuticos“.

Em simultâneo com o festival e o inicio de gestão do hotel foi inaugurado no dia 26, o Museu do Surf num edifício contiguo à unidade hoteleira. O espaço expositivo pretende fazer jus à memória da modalidade em Portugal e reúne:

  • Pranchas antigas autografadas por campeões da modalidade;
  • Os primeiros fatos dos surfistas;
  • Fotos, vídeos e livros;
  • Quilhas e outras peças consideradas históricas.

O Grupo Hoti Hotéis nasceu em 1979 (mais de 36 anos de actividade) com 100% de capitais portugueses e é a 7ª cadeia hoteleira em Portugal, atrás do grupo Pestana, Vila Galé, Accorhotels, Tivoli, Sana e VIP. Na oferta de serviços a terceiros posiciona-se como o 2º maior.

O portefólio do grupo Hoti Hotéis integra presentemente as unidades Meliá (Braga, Madeira e Aveiro), Tryp (Lisboa Aeroporto, Oriente Lisboa, Castelo Branco, Leiria, Porto Expo e Porto Centro), Hotel da Música (quatro estrelas), Star Inn Porto (três estrelas), Soleil Peniche (três estrelas), e agora o Ever Caparica – Beach & Conference.

Noticias

Nova Loja! Maria Decor!

facebookprofile

Nova loja de decoração abre amanha, sexta-feira dia 1 de Abril 2016, no Centro Comercial “O Pescador”, um conceito diferente que espera por ti!
A Maria Decor é uma loja que vai levar o melhor dos produtos de decoração até sua casa!
Um conceito diferente que promete trazer muitas novidades além dos melhores produtos de decoração até si.A Maria Decor tem o objectivo de satisfazer todas as pessoas que nos escolham como a sua loja.

http://mariadecor.pt/

https://www.facebook.com/mariadecor.pt/

Noticias

KÁTIA AVEIRO MADRINHA DA MARCHA DA COSTA DE CAPARICA

img_770x433$2016_03_29_00_47_10_1082175

Este ano as festas dos Santos Populares vão contar com a participação de Kátia Aveiro. A irmã de CR7 revelou que vai ser a madrinha da marcha da Costa de Caparica, ao lado de Rúben da Cruz, e mostra-se entusiasmada com esta experiência. ” Aceitei logo com muito orgulho e honra. Poder partilhar estes momentos com os meus amigos torna tudo ainda mais especial”, exclamou no seu blogue, referindo-se ao DJ que entrou no reality show ‘A Quinta’. “E esta é só uma notícia entre muitas”, aguçou a curiosidade.

Noticias

O campeonato nacional de kayaksurf e waveski abre na…

O campeonato nacional de kayaksurf e waveski vai ter início este ano na Costa da Caparica nos dias 2 e 3 de Abril. O Clube Aventura Académica Lusófona organiza esta primeira etapa que irá inaugurar a época desportiva 2016. Depois da Costa, seguem-se as provas da Nazaré, a 25 e 26 de Junho, e a final do campeonato nacional na Figueira da Foz, nos dias 10 e 11 de Setembro.

Para além do campeonato nacional, o nosso país vai ainda receber o Open Internacional de Kayaksurf a decorrer em Peniche dos dias 28 e 29 de Maio, e o Mundial de Waveski, em Santa Cruz, Torres Vedras, no Santa Cruz Ocean Spirit entre 17 e 24 de Julho.
Todos os eventos contam com o apoio e organização da Federação Portuguesa de Canoagem e, no caso do Mundial de Waveski, a associação mundial da modalidade, estará igualmente envolvida na organização.
Calendário com todos os eventos:
1.Costa da Caparica: 2.3 ABRIL – Clube Académica Lusófona | Campeonato Nacional
2.Peniche: 28.29 MAIO – Peniche Surfing Clube | Open Internacional
3.Nazaré: 25.26 JUNHO – Clube de Desportos Alternativos da Nazaré | Campeonato Nacional
4. Santa Cruz: 17-24 JULHO | Mundial de Waveski | Ocean Spirit | Mundial
5.Figueira da Foz: 10.11 SETEMBRO – Figueira Kayak Clube | Final Campeonato Nacional

 

Noticias

Já provou os novos pregos de Lisboa?

No Bicóprego, a carne vem dos Açores e o pão, uma chapata estaladiça, é de Mafra

No Bicóprego, há várias combinações: Clássico, Seitan, Picanha, Grana Padano e Pesto

No Bicóprego, há várias combinações: Clássico, Seitan, Picanha, Grana Padano e Pesto

Na pequena cervejaria Bicóprego, aberta em dezembro numa rua sossegada do Príncipe Real, em Lisboa, não há grandes dúvidas na hora do pedido. A ementa é simples de explicar e de mastigar. Ali, servem-se apenas pregos acompanhados por batata frita, de sabor caseiro. “Fui buscar o nosso típico prego e acrescentei ingredientes modernos, como o pesto, o queijo cheddar e a rúcula”, diz Roger Silva, proprietário do Bicóprego e também da Hamburgueria do Bairro (com oito hamburguerias em Lisboa e uma no Funchal) e do restaurante Ramboia, a funcionar, desde meados de julho, na Costa da Caparica.

Para a confeção dos nove pregos escolheu a carne dos Açores, as batatas e o pão da zona saloia, ali para os lados de Mafra, por serem os melhores ingredientes. De todas as tarefas, encontrar o melhor pão foi a mais complicada: “Experimentei muitos até encontrar esta chapata estaladiça.” A pedido de vários clientes, apreciadores de um pão menos maçudo, acrescentou recentemente o bolo de caco, recheado com alface iceberg e queijo brie. Nessa mesma altura, incluiu os croquetes de farinheira e os pratos com queijo e presunto.

Há várias combinações de sabores: o Clássico (€5,50), composto por 120 gramas de carne da vazia, temperado com sal marinho e alho laminado; o Seitan (€4,95), com seitan, alface, cebola confitada, cogumelos; e o Pesto (€5), com frango, queijo mozzarella, pesto, rúcula. “Em relação à carne, tentamos ser transversais e, por isso, usamos a carne da vazia, frango, picanha e o seitan”, justifica Roger Silva. Mas há mais combinações, como o Grana Padano (€6,50), com rúcula e queijo grana padano, e o Picanha (€6,95), com queijo flamengo, ananás grelhado, prontas a serem apreciadas, num dos 20 lugares disponíveis e “empurradas” por limonada, sumo de cereja ou cerveja, bem fresca, de origem espanhola, a Estrella Damm. Que nesta casa se pede pelas iniciais b.i.c.o, que significam “beba isto com orgulho”.

Bicóprego > Tv. do Monte do Carmo, 19, Lisboa > seg-dom 12h-24h

http://visao.sapo.pt/actualidade/visaose7e/comer-e-beber/2016-03-13-Ja-provou-os-novos-pregos-de-Lisboa-

Noticias

Museu do surf vai abrir na Costa da Caparica

Será o primeiro espaço dedicado à memória do surf em Portugal e só vai nascer porque um grupo de praticantes da modalidade reuniu esforços, vontades e, acima de tudo, peças vintage que podem ser apreciadas na Costa da Caparica a partir de dia 26

O Museu do Surf já tem inauguração marcada. Será dia 26 de Março, numa festa revivalista, mas para todas as gerações, na praia do Dragão Vermelho, integrada no Caparica Primavera Surf Fest. O espaço funcionará, de graça, no piso superior da Loja do Lufi (ao lado do Hotel da Costa de Caparica).

As ondas de João Boavida, presidente da Associação da História e do Museu do Surf, na década de 70
1 / 7

As ondas de João Boavida, presidente da Associação da História e do Museu do Surf, na década de 70

Surfistas nos anos 70, na praia de Carcavelos
2 / 7

Surfistas nos anos 70, na praia de Carcavelos

O grupo inicial do surf da Figueira da Foz, em meados de 1970
3 / 7

O grupo inicial do surf da Figueira da Foz, em meados de 1970

João e Tó-Pê Rocha com surfers espanhóis na praia de Ribeira d´Ilhas, na Ericeira, em 1974
4 / 7

João e Tó-Pê Rocha com surfers espanhóis na praia de Ribeira d´Ilhas, na Ericeira, em 1974

Grupo de surfistas na praia de São Pedro do Estoril, também nos anos 70
5 / 7

Grupo de surfistas na praia de São Pedro do Estoril, também nos anos 70

Baleal no final dos anos 1960
6 / 7

Baleal no final dos anos 1960

Carlos Vieira e Marcus Berenger, em Carcavelos, em 1973. Carlos foi o "nosso" primeiro surf tripper, viajando pelo mundo à procura de paradisíacos onde se pudesse fazer bom surf. O brasileiro Marcus viveu em Portugal até 1974. Quando regressou à sua terra, sagrou-se campeão brasileiro de surf
7 / 7

Carlos Vieira e Marcus Berenger, em Carcavelos, em 1973. Carlos foi o “nosso” primeiro surf tripper, viajando pelo mundo à procura de paradisíacos onde se pudesse fazer bom surf. O brasileiro Marcus viveu em Portugal até 1974. Quando regressou à sua terra, sagrou-se campeão brasileiro de surf

O espólio estará em constante atualização. Aliás, serão bem recebidas quaisquer contribuições de particulates (ahmsurf@gmail.com). Mas para já, haverá fotos, como as que aqui revelamos em galeria, coladas nas paredes, pranchas antigas (algumas autografadas por lendas da modalidade), fatos do século passado, quilhas, livros, primeiras edições de revistas, vídeos.

As ideias não se fecham no último piso da loja do Lufi, explica um dos fundadores da recém-criada Associação da História e do Museu do Surf. Filipe Baptista, 43 anos, conta que há a vontade de, em associação com alguns dos principais campeonatos, “andar pelas praias com uma carrinha, decorada de forma vintage“. Os curiosos, e especialmente os mais novos, até podem ter acesso a réplicas de pranchas de outros tempos para se aventurarem nas ondas como antigamente.

Os fundadores da associação também contam criar um conceito de roteiro museológico. Esse começará já no hall do Hotel da Costa da Caparica, com uma vitrina que protege a primeira prancha comprada nas praias da zona, aos “bifes”, como costumavam chamar aos estrangeiros que nos anos 1960 procuravam aquelas ondas. “Será uma espécie de linha de metro, com várias paragens, onde estarão peças que são do museu e que apelam à memória.”

Quando for grande, este museu gostaria de estar num espaço maior, autónomo, e eventualmente municipal. “Para já, trata-se de uma start up“, resume Filipe, visivelmente entusiasmado com o aproximar da abertura de portas, embora sem disfarçar o nervosismo de quem pisa terreno novo.

http://visao.sapo.pt/actualidade/sociedade/2016-03-10-Museu-do-surf-vai-abrir-na-Costa-da-Caparica

Noticias

Novas modalidades chegam à Costa de Caparica

cpsf_2016

A irreverência nas ondas está bem presente nas novas modalidades que se desenvolvem a passo rápido!

A SUP está em crescimento acelerado e com novas ideias na competição, o Kite não pára de surpreender, o Kayaksurf veio para ficar, e as rodas do Skate não param. Temos tudo no Caparica – Primavera Surf Fest

SUP Battle

Vamos ter uma SUP Battle aberto a todo o tipo de prancha, com inscrição gratuita e com prémio individual e por equipes! Não vais querer faltar a este evento de Race técnico onde não irás apenas lutar contra os adversários mas também lutar com a rebentação pois irão existir várias boias no inside.

Iremos colocar uma imagem do percurso esperado sendo que mediante as condições no local poderemos ter de fazer alguma alteração. O evento está programado após o final do campeonato de SUP Wave pelo que convidamos todos os “SUPistas” a virem passar um dia em cheio connosco na praia do Paraíso.

O evento terá o apoio na água e em terra de todos os meios de segurança afetos ao Festival pelo que podes esperar segurança e apoio imediato na eventualidade de qualquer acidente.

O prémio para o primeiro classificado será de 100€ e o prémio para a equipe com maior número de participantes será também de 100€. O evento será OPEN pelo que poderás usar a prancha que mais gostares desde que a remada seja feita de pé e com o remo de SUP. A classificação será geral e não por classes.

Nacional de SUP wave

O Stand Wave (SUP) SUP entra na água dia 26 de Março, com a primeira etapa do Nacional de SUP wave e a Battle SUP.

O Nacional de SUP wave refere-se à vertente de ondas desta modalidade em que a versatilidade é a palavra de ordem, já que o SUP pode ser usado em ondas como em cursos de água fluvial ou lagos, barragens, etc.

Nesta especialidade, o campeão nacional Rui Fialho, local da Caparica, é o alvo a abater.

O objectivo assumido de Fialho é claro: revalidar o título. Panorama em que João Maya, Pedro Casqueiraou o eventual regressado Bruno Grandela se apresentam como os principais obstáculos.

Kitesurf com o BIG AIR AWARD

A Caparica é um dos berços do Kitesurf em Portugal, por isso, nada mais lógico do que integrar esta espetacular modalidade no Caparica Primavera Surf Fest. Caracterizada pelos aéreos incríveis e pelo próprio colorido que empresta às praias onde é praticado, o Kite traz ao Caparica Primavera Surf Festalguns dos melhores atletas nacionais e até do mundo. Basta referir que teremos entre nós a portuguesaInês Correia, ex-campeã do mundo. O ponto mais alto da presença do Kitesurf será o Big Air Award, que se realizará no dia 20 de março. Uma competição em que a vitória é decidida pelo aéreo mais alto e espetacular. Um argumento de peso para vir à Praia do Paraíso na Costa da Caparica.

Kayaksurf uma novidade!

O Kayaksurf vem ao Caparica Primavera Surf Fest, dia 20 de Março, dar espetáculo, recrutar praticantes e também entusiasmar uma nova geração.

Na Caparica, no nosso festival, Ricardo Ribeiro e a nata do kayaksurf nacional vão mostrar a espetacularidade desta modalidade, ainda nova no mundo das ondas, e com toda a certeza conquistar mais alguns adeptos.

Quebra as regras, não o ritmo! A irreverência é uma marca que define tanto atletas como artistas como dos eventos!

Quando Stereossauro pega em Carlos Paredes, o coloca dentro do seu sampler e o transforma num hino hip hop está a ser irreverente, ou criativo? Quando Carlão assume o ritmo da kizomba e a cola às suas rimas hip hop está a ser irreverente ou interventivo? E quando Capicua se diz “Maria Capaz” e injeta verdades nas suas poesias está a ser irreverente ou construtiva? E porque não tudo ao mesmo tempo?

Estes são apenas alguns dos artistas que passarão este ano pelo cartaz do Caparica Primavera Surf Festque tomará conta de ondas e de palco entre os dias 17 e 26 de Março próximo.

Consulta toda a programação desportiva e musical em: www.facebook.com/caparicaprimaverasurffest e www.caparica-primaverasurffest.pt

Costa De Caparica

Ajude-nos a divulgar a Costa de Caparica